Pages

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Duplex...



Não é um ossinho de galinha, muito menos o bichinho do "ham-ham" que causa esse desconforto tão grande... uma sensação de entalo, bloqueio da passagem de ar... pensou também em azia, má digestão? Nada disso... não é físico... é emocional, é espiritual... é difícil de curar!!!

Palavras não ditas, não escritas, não divididas, não expressadas... poluem os dias, os pensamentos, os sonhos, os momentos... vão consumindo com a certeza de que não serão despejadas de tão prazerosa moradia... sim moradia... um luxuoso duplex, muito bem decorado, e bem estrututado dentro de cada um que se mantém em silêncio...

E, confortavelmente, em sua moradia, as palavras dividem-se, constantemente entre os dois pavimentos da linda e perfumada casa... hora estão sérias, pensativas e decididas no pavimento superior... hora estão chorosas, delicadas e derretidas, perambulando desorientadas pelo pavimento inferior...

Mas várias tentativas de despejá-las já foram investidas durante algum tempo... na última delas, pensou-se em demolição...  mas o sucesso não foi alcançado em nenhuma... impossível, por enquanto, demolir e remover os entulhos dessa moradia. Enquanto existir vida, o duplex continuará habitado...

E se não consegue acabar com o imóvel, pelo menos pendura uma placa bem grande, logo no portão de entrada: NÃO HÁ VAGAS!!!!!!!!

8 comentários:

Dani disse...

Quando essas palavras criarem vida própria e se manifestarem... os ecos serão ouvidos e sentidos nos 4 cantos do mundo!
Ótimo FDS pra vcs aê, lôra!
Saudadesssss...
Bjosss

Kamyla disse...

Oi Amiga... quando os silenciosos se manifestarem com cereteza os 4 cantos do mundo ouvirão!!!!!rsrrsrs.
Bjossss, amiga, e obrigada pela visita!!!!!

Betty Gaeta disse...

Oi Kamyla,
Que texto forte! Eu chamo de engolir sapos e já engoli muitos.
Bjkas e uma semana maravilhosa para vc.

Tati Pastorello disse...

Kamyla, vim tentar e deu certo!!
Agora posso dizer por aqui o quanto amei este seu texto! Parabéns pela beleza da reflexão e da escrita.
Tenho um carinho imenso por você.
Beijos.

Kamyla disse...

Oi Betty...fazia tempo q não escrevia um bom texto...e finalmente consegui,rsrsrsrs.
Não é bom engolir sapos, mas as vezes, precisamos...
Bjo grande.

Kamyla disse...

Oi Tati!!!!!!
Que bom tê-la de volta aos meus comentários. Muito obrigada pelas lindas palavras...saiba q tb tenho um carinho imenso por vc e amo seu blog!!!!
Bjo grande.

Fátima disse...

Minha menina, que texto lindo é esse, embora sei, que movido por algum desconforto ou profunda tristeza , e isso faz com que não o veja com bons olhos.
Esse lindo duplex deve ser decorado de bem estar, paz de espírito, alegria com lindos vasos de bons pensamentos e cortinado de lindos sonhos, dedetizado dessa poluição que te sufoca.
Cuide do despejo imediato, se livrando desses inquilinos indesejáveis, e coloque a placa na entrada: "Só há vaga para a felicidade".

Beijinho no coração.

Kamyla disse...

Oi Fátima querida. Não se preocupe...esse texto foi espontâneo, sem relação com o que sentia no momento. Foi uma pérola que brotou na minha mente e passei imediatamente para o papel.
Muito obg pelo carinho de sempre!!!!!
Bjo grande

Postar um comentário

Sinta-se a vontade em escrever... fale, questione, ou apenas diga "Oi"...mas tudo isso, claro, se estiver com vontade!!!!!!
Apenas, seja você.